Avançar para o conteúdo principal

Chasing Ice (No rasto do gelo)

Chasing Ice é um documentário produzido pela Nacional Geographic e exibido na Nacional Geographic Channel. O filme é de 2012, acho que a primeira vez que o vi foi em 2013 ou em 2014, sei que no especial aniversário da Nacional Geographic.

O documentário mostra James Balog, um fotojornalista da NG, numa missão para mostrar o quanto as alterações climáticas são reais, Podemos ver o quanto foi necessário para colocar 25 câmaras fotográficas em 4 locais diferentes (Alasca, Gronelândia, Islândia e no Montana, EUA), o objectivo era claro, fotografar continuadamente durante uma temporada para demostrar a fragmentação dos glaciares.

Ao colocarem as câmaras decidiram filmar uma península de gelo no Glaciar Store na Gronelândia que James esperava que ia se fragmentar em dias, infelizmente captaram esse momento e apenas estiveram uma hora no local. A península tinha cerca de 500 metros de comprimento e cerca de 90 de altura.

A Equipa Extreme Ice Survey enfrentou vários problemas nomeadamente após a primeira verificação das câmaras (cerca de 6 meses depois de terem sido colocadas),umas estavam partidas, outras tinham a parte eléctrica avariada e outras tinham tirado poucas fotos.

Durante 3 anos decorreu a expedição e durante as verificações das câmaras James aproveitava para tirar outras fotografias aos glaciares, que apareceram na Nacional Geographic Magazine.

No final do documentário quando James estava a palestrar o que viu durante a expedição as expressões das pessoas horrorizadas pelo degelo.

Para mim o mais impressionante foi ver as imagens da fragmentação do glaciar Ilulissat na Gronelândia, onde foram 75 minutos de fragmentação do tamanho de Manhattan, onde 2 elementos da equipa de James, esperam vários dias para conseguirem filmar.

Este documentário já ganhou vários prémios e de vez em quando é exibido pelo Nacional Geographic Channel Portugal.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Frutas e legumes da época - Janeiro

Na página Receitas Vegetarianas/Veganas no facebook, publica no inicio de cada mês a fruta e legumes da época. E este mês são:



Eu cá estou ansiosa para ir a casa dos meus pais e roubar laranjas, adoro sumo de laranja natural, apesar de não gostar de comer laranjas.

Quais são os vossos frutos e legumes favoritos?

Fruta e legumes da época

Comer fruta e legumes da época é muito importante mas sabes quais são as épocas dos alimentos? Eu sei de alguns, aqueles que a minha mãe plantava no quintal.
Este mês de Outubro devemos consumir:
Frutas:
Legumes:
Podes encontrar as restantes imagens dos alimentos e respectivos meses aqui, onde podemos clicar em cada alimento e lá encontrar dicas de como saborear, os benefícios nutricionais, como conservar e como escolher.

Tubarão-touro tem a mordida mais forte

Apesar do seu pequeno tamanho – dois metros, em média – o tubarão-touro é a espécie de tubarão com a mordida mais forte, concluiu um estudo da Universidade da Florida, Estados Unidos.

O estudo foi realizado por investigadores alemães e norte-americanos e levou ao exame da mordida de 13 espécies. Surpreendentemente, não foi a mordida do tubarão-branco ou tubarão-martelo, que chegam, respectivamente, aos 7,5 e seis metros, considerada a mais forte.

“Tem tudo a ver com a profundidade das mandíbulas, para além de que os tubarões-touro têm cabeças muito longas”, explica Philip Motta, um dos biólogos marinhos responsáveis pelo estudo. “Vimos tartarugas cortadas ao meio com uma mordidela de tubarão-touro, e é preciso muita força para o fazer”, continuou.


Retirado daqui: http://greensavers.sapo.pt/2012/10/29/tubarao-touro-tem-a-mordida-mais-forte/